Chuvas destroem córregos e açudes e voltam a causar estragos em cidades do Sertão da PB

Chuvas enchem açudes do Sertão
Em Patos, o rio Espinharas que corta a cidade amanheceu com grande volume de água; no município os pluviômetros registraram até 75 milímetros de chuva

Fortes chuvas voltaram a atingir cidades do Sertão do estado na noite desse domingo (30) e madrugada desta segunda-feira (31) e a causar transtornos, apesar de serem consideradas muito bem vidas pela população. 


Em São Mamede, na Região Metropolitana de Patos, a 305 quilômetros de João Pessoa, o córrego que corta a cidade transbordou e as águas invadiram casas que ficam às suas margens.

No município de Santa Terezinha, também na Região de Patos, choveu 131.5 milímetros, de acordo com informações da Emater, e uma barragem importante localizada na Zona Rural da cidade rompeu danificando parte da propriedade.

Em Patos, o rio Espinharas que corta a cidade amanheceu com grande volume de água. No município, os pluviômetros registraram até 75 milímetros de chuva, conforme dados da Emater.

Córrego transbordou e águas invadiram casas
Foto: Córrego transbordou e águas invadiram casas em São Mamede
Créditos: Reprodução/ São Mamede 1

Os principais açudes da cidade de Patos também amanheceram com o volume d'água aumentado. No principal deles, o Capoeira, que fica no município de Santa Terezinha, foi registrado um aumento na lâmina d'água de 2 metros e 80 centímetros.  

Rio Espinharas aumentou o nível das águas
Foto: Rio Espinharas aumentou o nível das águas
Créditos: Reprodução/ Patosonline

Nos açudes de Jatobá e Barragem da Farinha, que estavam quase que completamente secos há dois meses, voltaram a registrar aumento no volume d'água.  Com as chuvas que caem desde o mês passado em Patos, a população da cidade visita os mananciais e registra através de fotografias divulgadas nas redes sociais o aumento da lâmina d'água dos açudes.  

Açude rompeu com o grande volume de chuva
Foto: Açude rompeu com o grande volume de chuva
Créditos: Reprodução/Portal Santa Terezinha

A cidade de Nazarezinho, a 460 km de João Pessoa, também no Sertão da Paraíba, registrou 108 mm de chuvas entre a noite de domingo (30) e a madrugada desta segunda-feira (31). As informações constam no boletim meteorológico divulgado pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa).

O volume do Rio Piranhas, que corta o município, cresceu, mas os números exatos desse aumento ainda não foram divulgados.

Além de Nazarezinho, outras cidades também registraram volumes consideráveis de chuvas, como Marizópolis (81,4 mm) e Sousa (51 mm).

De acordo com a previsão de tempo para as próximas horas no Sertão, deve continuar chovendo, mas em menos intensidade. Os termômetros podem variar de 21º a 35º e a maior parte das precipitações deve ocorrer à noite.

Patos, também no Sertão paraibano, a 305 km de João Pessoa, ainda é a cidade que teve o maior índice pluviométrico do ano, até o final de março, onde foi registrado 441 mm durante três meses. 

Apesar dos números animadores, a seca ainda é preocupante para os sertanejos e, inclusive, tem provocado a infestação de insetos que agravam a situação das plantações e a saúde dos animais da região.

Por Portal Correio

About Queimadas NoFoco

Queimadas NoFoco
Recommended Posts × +

0 comentários:

Postar um comentário